Dilatação FIES 2021: Como pedir? Regras

Dilatação FIES 2021: Como pedir? Regras

Última atualização em 25 de dezembro de 2020

A dilatação FIES 2021 pode ser a solução que muitos estudantes procuram durante seu processo de graduação.

É inegável que em meio a tantas dificuldades, conseguir ingressar em uma instituição de ensino superior é o desejo de muitos estudantes e profissionais que já estão no mercado de trabalho.

Mas nem sempre a entrada em uma universidade é garantia de conclusão da graduação escolhida. Isso porque durante o período de curso muitas dificuldades podem se apresentar e diante deste cenário o medo de ter que optar entre estudos ou trabalho pode colocar o estudante em apuros.

Para que este cenário não se torne caótico existe a possibilidade de utilizar a dilatação FIES 2021, que surge para auxiliar o aluno neste momento de grande dificuldade e indecisão.

E neste artigo vamos trazer os detalhes sobre o que é a dilatação, como o aluno pode solicitá-la, quais as suas modalidades e em que momento a suspensão do financiamento pode ser a melhor opção.

Fies MEC

fies mec

O Fundo de Financiamento Estudantil – Fies é um programa criado pelo governo federal em parceria com o MEC, e esse tem como objetivo ser um programa que concede o financiamento para aqueles que fizeram o devido cadastramento no sistema e deve ter feito o Enem em ano anterior ou em edições desde 2010.

O Fies concede financiamento de 50% ou 100% do valor do curso escolhido pelo estudante, junto a instituição de ensino que é parceira ao Fies.

Dilatação FIES 2021

Dilatação FIES 2021: Como pedir? Regras

A dilatação FIES 2021 é o processo de prorrogação deste benefício em até dois semestres seguidos, conforme determinação do Ministério da Educação – MEC.

A solicitação da dilatação não é condicionada a regras específicas, podendo ser solicitado por estudantes que não tenham terminado o curso até o último semestre que contempla o financiamento.

O limite por estudante é de quatro dilatações em um contrato. Este limite só será atendido se o valor total dos semestres dilatados não ultrapassar o dobro do valor do último semestre do contrato. Essas informações constam da cartilha do novo FIES da Caixa Econômica.

Como solicitar a dilatação FIES 2021?

solicitar a dilatação FIES 2021
portal SisFies

A dilatação FIES 2021 é realizada através do sistema SisFies. Através da opção “Adiantamento de contrato” o estudante pode solicitar prorrogação de seu contrato.

A solicitação deve ser realizada entre o primeiro dia do último mês referente ao semestre de encerramento do curso e o último dia do primeiro trimestre do semestre usado como referência para dilatação.

Após realizar a solicitação, o pedido é analisado e validado pela CPSA (Comissão Permanente de Supervisão e Avaliação) da instituição onde o aluno estiver matriculado no prazo de cinco dias.

Esta comissão é composta por cinco membros que também são integrantes do corpo docente, administrativo e discente da instituição onde a solicitação foi realizada.

Cabe a esta comissão renovar os contratos e validar as informações de seus estudantes durante o processo de inscrições.

Logo após a aprovação da dilatação, o estudante beneficiado precisa realizar o aditamento de seu financiamento, o que significa que o contrato precisa ser renovado para o próximo semestre, devendo ser realizado no início do semestre correspondente.

Esta metodologia é utilizada para simplificar o processo de aditamento, pois o processo prevê alterações no contrato sendo necessária o deslocamento do estudante até uma instituição financeira com os documentos exigidos e acompanhado de seu fiador, ou o responsável.

O que é o aditamento do financiamento?

aditamento fies 2021 no site sisfies

Aditamento do FIES é o processo de renovação do contrato de financiamento para o próximo semestre. No início de cada semestre o aditamento deve ser solicitado, para que a renovação seja analisada.

O aditamento está condicionado a disponibilização dos dados do estudante no SisFies (o link para portal SisFies é http://sisfies.mec.gov.br/), cabendo a eles a validação e alteração das informações inseridas pela instituição.

É durante o processo de aditamento que o aluno precisa incluir informações faltantes e validar seus dados pessoas e do contrato. Também é possível atualizar as informações sobre o valor das parcelas, o fiador e a modalidade de fiança, podendo escolher entre solidária e convencional.

Mais informações relevantes:

Quais os tipos de aditamento?

aditamento fies 2021

O aditamento do financiamento do FIES possui dois tipos de modalidade: simplificado e não simplificado.

Na modalidade simplificada o contrato de financiamento não sofre qualquer tipo de alteração.

Já na modalidade não simplificada o contrato passa pelas alterações necessárias conforme a solicitação do estudante.

Como realizar o aditamento do contrato?

Todo o processo de aditamento do contrato é realizado através do SisFies. O estudante deve acessar o sistema e fornecer os dados solicitados, além de confirmar a veracidade e correção destas informações.

Se houver alguma informação incorreta será necessário procurar a CPSA de sua universidade e solicitar a correção dos dados errados.

Após a correção das informações o estudante deverá acessar o SisFies novamente e validá-las. Se estiverem corretas a solicitação de aditamento poderá ser confirmada pelo aluno.

Após este processo o sistema vai apontar se o seu aditamento é simplificado ou não simplificado, e você deverá prosseguir da seguinte forma:

  • Aditamento simplificado: nesta modalidade o aluno precisará apenas ir até o CPSA de sua faculdade e retirar o documento de regularidade de matrícula, DRM, que deverá ter a assinatura do presidente ou do vice da comissão;
  • Aditamento não simplificado: nessa modalidade o aluno precisa se dirigir à comissão da faculdade para retirada do DRM contendo a assinatura do presidente vice da CPSA. Na sequência precisará ir até uma instituição financeira com os documentos exigidos e com seu fiador para alteração do contrato.

Quem leu este artigo também gosta:

Suspensão temporária do programa de financiamento estudantil

Suspensão fies

Uma maneira de obter mais tempo durante a graduação escolhida é optar pela suspensão temporária do contrato do FIES.

Caso o aluno enfrente algum tipo de dificuldade durante a realização do curso de graduação e necessite interrompê-lo poderá suspender o contrato de financiamento. Podem ser suspensos até quatro semestres consecutivos.

De acordo com as informações do Ministério da Educação, a solicitação de suspensão deve ser realizada até o dia 15 dos meses de janeiro a maio, quando a solicitação for no primeiro semestre do ano e dos meses de julho a novembro para as solicitações do segundo semestre. A suspensão passa a valer a partir do primeiro dia do mês seguinte à solicitação.

Este procedimento se difere em relação ao encerramento do financiamento. Quando o FIes é encerrado, se for necessário restabelecer o financiamento, o aluno precisa passar por todo o processo de seleção do programa.

Já na suspensão temporária o aluno consegue retomar os estudos sem passar por este processo, e o também não será cobrado pelas mensalidades durante o período de suspensão.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *